É uma pequena  laceração (corte) no  ânus. Esta associada geralmente a um aumento da pressão dos músculos da região ( esfincteres anais )

images-16Fatores que traumatizam a região como  fezes muito duras , diarréia ou inflamações  da região anal levam a um espasmo ( estreitamento ) do músculo do canal anal. Quando as fezes passam pelo ânus estreitado,  acabam forçando e  lacerando a região. As fissuras anais podem ser agudas (início recente) ou crônicas ( com sintomas de longa duração ou recorrentes ).

Sintomas
Os sintomas típicos de uma fissura anal são a dor durante ou após a defecação e sangramento. Os pacientes podem ter medo de evacuar  por causa da dor. Pode-se ainda notar uma pequena saliência na região.

Tratamento
Na maioria das vezes o tratamento é não cirúrgico. Com melhora dos fatores que causaram a fissura e uso de medicações locais.

As fissuras que não cicatrizam com tratamento clínico podem necessitar de  cirurgia.

A cirurgia geralmente consiste na secção de uma pequena porção do  esfíncter (músculo)  para dilatar o ânus, Isso ajuda a cicatrizar a  fissura e diminui a dor e espasmo. Caso existam excessos de pele essas são retiradas conjuntamente.

 A secção do músculo raramente interfere com a habilidade de controlar os esfincteres do ânus . Exames pre-operatórios como a manometria anorreta diminuem a chance disto ocorrer.

A dor geralmente desaparece após alguns dias e a  cicatrização completa ocorre em algumas  semanas.




 
 

Itaigara Memorial  (71) 33529000

Centro Médico do Hospital Português    (71) 32033500
     
WhatsApp   (71) 999961333

email copsml@gmail.com
  Site Map